Dilson Lages Monteiro Sábado, 19 de janeiro de 2019
Tamanho da letra A +A

A igreja católica de Barras-PI em livro

A igreja católica de Barras-PI em livro

Da redação de Entretextos

A igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Barras-PI, 126 km de Teresina, sedia neste domingo, às 10h, o lançamento de um livro precioso para a comunidade barrense. O historiador e cronista Antenor Rêgo Filho lança Paróquia de Nossa Senhora da Conceição das Barras do Marathaoan, que traz prefácio de Dom Juarez Sousa e Silva, barrense, bispo de Parnaíba e estudioso da história da igreja católica no Piauí. Na ocasião de lançamento, a apresentação da obra será realizada pelo romancista e professor Dílson Lages Monteiro, da Academia Piauiense de Letras.

A obra é um resgate da história do catolicismo em Barras-PI. Nela,  Antenor Rêgo Filho, pautado na recuperação de informações de fontes primárias  da própria igreja, na tradição oral e na releitura de outros historiadores, constrói um detalhado painel de três séculos de atuação da igreja católica na comunidade. “A história de Barras se confunde, desde sempre, com a da igreja, que teve – e tem – papel determinante nos assentamentos humanos na região e na vida social do município”, diz, enfatizando que procurou vasculhar criteriosamente fontes diversas na tentativa de mapear fatos mais relevantes dos três séculos do catolicismo na região.

Além de construir a cronologia da vida religiosa da comunidade, reunindo fatos, nomes e transformações vividas pela igreja, tanto do ponto de vista físico, em seu templo, quanto do ponto de vista de mentalidades, Antenor Rêgo Filho concede ainda à sua narrativa forte tom memorialístico, o que dá ao livro carga lírica-afetiva, tornando a leitura agradável. Assim é que evoca a memória do significado social da Matriz, construída por José Carvalho de Almeida e demolida em meados do século XX, o cotidiano da vida religiosa e o acervo de objetos e símbolos de grande valor para a identidade da igreja e da comunidade.

Em notas de apresentação do livro, Dom Juarez Sousa e Silva, bispo de Parnaíba e estudioso da história da Igreja católica no Piauí, afirma: “A obra proporciona uma leitura agradável, que nos faz voltar no tempo, sem ficar para trás. Permite olhar para o retrato desta porção do povo de Deus que aqui esteve e ora está estampado em palavras e ilustrações, taletosa e brilhantemente catalogadas pelo seu artífice, com riqueza de informações e detalhes”. Segundo Dom Juarez, nenhum barrense escreveu sobre a história da paróquia, que coincide com a história da cidade. “O Tena preenche, agora, esta lacuna, ao fazer, e nos presentear, o resgate, da memória da cidade”, enfatiza.

Escrevendo sobre o livro, diz o professor e escritor Dilson Lages Monteiro, que “o olhar de Antenor Rêgo Filho  é o do memorialista. Vai além do registro dos episódios mais marcantes do catolicismo em Barras: concentra-se, ainda, em relacionar fatos e nomes aos costumes e à vida social numa evidente preocupação com a memória imaterial da Paróquia de Barras, detalhadamente descrita em hábitos, imagens e objetos de seu acervo”. Acrecenta Dílson Monteiro que “de sua leitura, compreende-se a ativa colaboração da igreja católica no crescimento do lugarejo, especialmente na educação”.

Para o editor de “Paróquia de Nossa Senhora da Conceição das Barras do Marathaoan”, Leonardo Dias, esse livro pretende ser um dos primeiros a integrar um projeto de recuperação da memória da igreja católica no Piauí. “Nessa linha, lançamos estudo do historiador  Fonseca Neto e, em breve, lançaremos biografia produzida por Enéas Barros, além de biografias de religiosos”, conta, revelando que pretende editar a história de outras paróquias.

Antenor Rêgo Filho é autor de diversos livros, entre os quais Jacurutu (EDUFPI), seleção de crônicas e contos baseados em episódios pitorescos de Barras; Dicionários de Expressões do Piauí (duas edições), reunião de expressões e ditados característicos do falar piauiense e Barras – histórias e memórias (EDUFPI), em que recompõe painel da vida administrativa, política e social de sua cidade natal.

  

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas notícias

09.01.2019 - O mercado do livro e a leitura em pauta

Teresina FM discute

08.01.2019 - Machado de Assis e a falsa abolição

Crônica publicada por Machado de Assis na Gazeta de Notícias,seis dias após a Abolição da Escravidão

08.01.2019 - Manifesto da Poesia Pau-Brasil

A poesia existe nos fatos.

26.12.2018 - A polissemia em "Meu reino por um cavalo"

Conto integra coletânea de Marina Colasanti

26.12.2018 - A literatura militante de Lima Barreto

Fazer referência a Lima Barreto é um exercício de resistência

26.12.2018 - Tempo de sentir, poema de Marcos Carvalho

O sentimento, angústia de quem vive!

19.11.2018 - Cecília Meireles e a poesia infantil

Há uma representação de infância em “Ou isto ou aquilo” que expressa claramente o que é ser criança

Listar mais

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br