Dilson Lages Monteiro Terça-feira, 22 de maio de 2018
Romances de Rogel Samuel
Obras integrais
Tamanho da letra A +A

A mulher que passa

 

 
Rogel Samuel


Passa. Ela passa, a viúva, elegante, balanço, o festão, o debrum, nobre, exata, ágil, belas, pernas de estatuária, passa, e ele a vê, do café onde bebe ele a vê, perdido, crispado,
ele a vê, a sente, a sabe, no seu olhar há o germe de um furacão, no seu olhar há a
doçura que se embala, há o frenesi que mata, o relâmpago... ou é o tempo, a noite? Ele,
a aérea beldade, e de seu olhar vem um relâmpago de renascimento... ela a verá outra vez?
ou só a verá por um instante na eternidade?

Bem longe, tarde, além, jamais provavelmente!
Não sabes aonde vou, eu não sei aonde vais,
Tu que eu teria amado - e o sabias demais.


A uma Passante

A rua em derredor era um ruído incomum,
Longa, magra, de luto e na dor majestosa,
Uma mulher passou e com a mão faustosa
Erguendo, balançando o festão e o debrum;
Nobre e ágil, tendo a perna assim de estátua exata.
Eu bebia perdido em minha crispação
No seu olhar, céu que germina o furacão,
A doçura que se embala e o frenesi que mata.
Um relâmpago, e após a noite! - Aérea beldade,
E cujo olhar me fez renascer de repente,
Só te verei um dia e já na eternidade?
Bem longe, tarde, além, jamais provavelmente!
Não sabes aonde vou, eu não sei aonde vais,
Tu que eu teria amado - e o sabias demais.

BAUDELAIRE, Charles. As Flores do Mal. São Paulo: Círculo do Livro, 1995.
Tradução, posfácios e notas de Jamil Almansur Haddad.

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

07.02.2018 - A PANTERA 6.

01.01.2018 - A PANTERA 5 - ROGEL SAMUEL

01.08.2017 - A PANTERA (3)

30.07.2017 - A PANTERA - ROGEL SAMUEL (reescrito) 2.

04.07.2017 - A PANTERA - ROGEL SAMUEL (reescrito)

13.04.2017 - A PAIXÃO SEGUNDO SÃO MATEUS

28.11.2016 - O DNA do passado

25.11.2016 - TEORIA DA CRISE

24.11.2016 - Obsessão pelo poema

22.11.2016 - Quem está preso a uma estrela

18.11.2016 - A mulher que passa

18.11.2016 - Estranho grande poema - Rogel Samuel

14.03.2016 - O IGARAPÉ DO INFERNO, 1

03.02.2016 - A PANTERA 34

28.12.2015 - A PANTERA 6.

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

21.05.2018 - Ovídio Saraiva de Carvalho e Silva, pioneiro da literatura piauiense.

O acadêmico Reginaldo Miranda aborda a obra de um pioneiro escritor piauiense.

21.05.2018 - TRADUÇÃO DO POEMA

Quisiera sr

18.05.2018 - Alguma coisa vem mudando no país

É só observar bem. Temos de apoiar as mudanças para melhor. O Brasil precisa continuar sendo passado a limpo porque tem muita sujeira de fato.

18.05.2018 - Herculano Moraes

O acadêmico Reginaldo Miranda presta homenagem a seu amigo e colega de APL, Herculano Moraes.

17.05.2018 - MORRE O POETA HERCULANO MORAES....

MORRE O POETA HERCULANO MORAES....

17.05.2018 - A 3ª REIMPRESSÃO DA 6ª EDIÇÃO NA SUA LIVRARIA

A 3ª REIMPRESSÃO DA 6ª EDIÇÃO NA SUA LIVRARIA

16.05.2018 - Viagem a Manaus

À noite, ouvi, muitas vezes, o canto rascante de cigarras e a sinfonia álacre dos batráquios.

15.05.2018 - Psycho Pass 9: Akane se impõe

Prosseguindo o guia de episódios do seriado japonês policial e de ficção científica "Psycho Pass" veremos como a Inspetora Akane lida com a hostilidade de seu colega...

14.05.2018 - Retrato de minha mãe (*)

Cristo disse que quem desejasse ser o maior, deveria ser o que mais servisse. Portanto, deveria ser o maior e o melhor dos servos. Mamãe (quase) renunciou a si mesma, para servir aos outros.

13.05.2018 - Capitão Marcos Francisco de Araújo Costa

O acadêmico Reginaldo Miranda traça o perfil biográfico de um importante militar e educador do período colonial.

13.05.2018 - Minha mãe e o budismo

Minha mãe participou ativamente do budismo em certas ocasiões.

13.05.2018 - Dia das Mães

Que dirá no dia das mães?

09.05.2018 - Barras: histórias e saudades

O livro conta a saga da comunidade barrense, desde o seu primórdio, no século 18, quando o fazendeiro e empreendedor Miguel de Carvalho e Aguiar, filho do grande Bernardo de Carvalho e Aguiar, instalou a sua fazenda e currais.

06.05.2018 - Todos se dizem inocentes

Nenhum criminoso se declara culpado

06.05.2018 - O vestido verde

Sim, toda vez que eu passava pela avenue de la Motte Picquet tinha de dar uma paradinha naquela loja .

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br