Dilson Lages Monteiro Segunda-feira, 28 de maio de 2018
Letra viva
Cunha e Silva Filho
Tamanho da letra A +A

Tradução do poema Canción de amor

CANCIÓN DE AMOR

Quisiera ser convexo
para tu mano cóncava.
Y como um tronco hueco
para acogerte y em mi regazo
y darte sobra y sueño.
Suave y horizontal e interminable
para la huella alterna y presurosa
de tu pie izquierdo
y de tu pie derecho.
Ser de todas las formas
como agua siempre a gusto em cualquier vaso
siempre abrazándote por dentro.
Y también como vaso
para abrazar por fuera al mismo tempo.
Como el agua hecha vaso
tu confin – dentro y fuera – siempre exacto.

 

CANÇÃO DO AMOR

Quisera ser convexo
para a tua mão côncava
E como um tronco oco
em meu colo acolher-te.
e sombra e sonho te oferecer.
Suave, horizontal e interminável
à ação alternativa e pressurosa
de teu pé esquerdo
e de teu pé direito.
Ser de todas as formas
como água sempre ajustada a qualquer vaso
por dentro te abraçando sempre
E também como vaso
para abraçar por fora ao mesmo tempo
Como a água feito vaso
teu limite – dentro e fora - sempre exato.

                                                                              (Trad. de Cunha e Silva Filho)

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

21.05.2018 - Tradução do poema Canción de amor

06.05.2018 - Todos se dizem inocentes

28.04.2018 - Dois estudos práticos para o ensino da língua portuguesa no Brasil

27.04.2018 - Retrato de um político jovem

19.04.2018 - UM FÓRUM PARA DEBATES NO CAMPO LITERÁRIO

12.04.2018 - Massaud Moisés e sua importância nos estudos literários do Brasil

09.04.2018 - TRADUÇÃO DE UM POEMA DE JOSÉ MARÍA SOUVIRÓN (1904-1973)

03.04.2018 - O Brasil que queremos

27.03.2018 - CONTINUA SOLTA A VIOLÊNCIA NO RIO DE JANEIRO

22.03.2018 - Sobre agendas: tempo e passagem.

20.03.2018 - Tradução de um poema de Victor Hugo ( 1802-1885)

15.03.2018 - BASTA DE VIOLÊNCIA, CRIME E SELVAGERIA

08.03.2018 - Sobre a amizade e outras variações

28.02.2018 - O demônio ataca outra vez na Síria

22.02.2018 - Quem está contra o Brasil?

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

26.05.2018 - Padre Gabriel Malagrida, um taumaturgo no sertão.

O acadêmico Reginaldo Miranda relembra a trajetória de vida do padre Malagrida, último mártir da Inquisição, em Portugal.

24.05.2018 - O poema profético

Mithrídates Correa é o poeta mais desconhecido da Amazônia

24.05.2018 - Jornal Inovação a a queima dos tapumes

Foi um jornal bravo e independente, que combatia a administração pública municipal, estadual e federal, ainda na época da ditadura militar.

22.05.2018 - O grande tesouro

O grande tesouro

21.05.2018 - Ovídio Saraiva de Carvalho e Silva, pioneiro da literatura piauiense.

O acadêmico Reginaldo Miranda aborda a obra de um pioneiro escritor piauiense.

21.05.2018 - Tradução do poema Canción de amor

Quisiera ser convexo

19.05.2018 - O CASAMENTO REAL

O CASAMENTO REAL

18.05.2018 - Alguma coisa vem mudando no país

É só observar bem. Temos de apoiar as mudanças para melhor. O Brasil precisa continuar sendo passado a limpo porque tem muita sujeira de fato.

18.05.2018 - Herculano Moraes

O acadêmico Reginaldo Miranda presta homenagem a seu amigo e colega de APL, Herculano Moraes.

17.05.2018 - MORRE O POETA HERCULANO MORAES....

MORRE O POETA HERCULANO MORAES....

17.05.2018 - A 3ª REIMPRESSÃO DA 6ª EDIÇÃO NA SUA LIVRARIA

A 3ª REIMPRESSÃO DA 6ª EDIÇÃO NA SUA LIVRARIA

16.05.2018 - Viagem a Manaus

À noite, ouvi, muitas vezes, o canto rascante de cigarras e a sinfonia álacre dos batráquios.

15.05.2018 - Psycho Pass 9: Akane se impõe

Prosseguindo o guia de episódios do seriado japonês policial e de ficção científica "Psycho Pass" veremos como a Inspetora Akane lida com a hostilidade de seu colega...

14.05.2018 - Retrato de minha mãe (*)

Cristo disse que quem desejasse ser o maior, deveria ser o que mais servisse. Portanto, deveria ser o maior e o melhor dos servos. Mamãe (quase) renunciou a si mesma, para servir aos outros.

13.05.2018 - Capitão Marcos Francisco de Araújo Costa

O acadêmico Reginaldo Miranda traça o perfil biográfico de um importante militar e educador do período colonial.

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br