Dilson Lages Monteiro Terça-feira, 22 de maio de 2018
Anexos da realidade
Miguel Carqueija
Tamanho da letra A +A

Psycho Pass episódio 8: o mal destrói a si mesmo

Psycho Pass episódio 8: o mal destrói a si mesmo

 PSYCHO PASS episódio oito: O MAL DESTRÓI A SI MESMO
Miguel Carqueija

No oitavo episódio de “Psycho Pass”, extraordinário animê da tv japonesa, o justiceiro Kogami Shiniya, em brilhante dedução, percebe que os assassinatos com desmembração “artística” dos cadáveres não foram praticados pela mesma pessoa de três anos antes, por sutil diferença no método. Acompanhado pela Inspetora Tsunemori Akase, Kogami vai à penitenciária de segurança máxima onde permanecem isolados do mundo, grandes criminosos efetivos ou potenciais, sem possibilidade de retorno. A um deles, Kogami indaga sobre a possivel identidade do atual assassino. Este relaciona a “exposição artística” dos cadáveres esquartejados com certo pintor que se comprazia em executar quadros com esse tema. Com essa pista Kogami e Akane passam a investigar as alunas da Academia Ousou, e Akane faz a descoberta decisiva: Oriyo Rikako, uma das estudantes, é filha daquele pintor...

Resenha do episódio 8 do animê “Psycho Pass”, produzido por Koji Yamamoto e outros, e dirigido por Katsuyuki Motohiro – Production I.G., Japão, 2012-2013.

“Graça e castidade – valores que foram perdidos – são prioridades que não são valorizadas por garotos, apenas por garotas.”
(Oriyo Rikako)

Os acontecimentos se precipitam de forma emocionante em “Psycho Pass”. O cerco se fecha sobre o monstro juvenil que está ceifando barbaramente as colegas da Academia Ousou. Rikako porém logra fugir, ocultando-se nas muitas passagens secretas ou esquecidas do imenso colégio, regiões que foram esquecidas e ficado fora da planta após muitas reformas. Infelizmente para Rikako seu grande mentor, Makishima, cansou-se dela e não está disposto a lhe dar guarida. Makishima não tem nenhuma lealdade para com seus cúmplices, e Oriyo irá descobrir isso da pior forma. O Inspetor Ginoza, porém, mesmo tendo de reconhecer que seu subordinado Kogami estava certo, observa com propriedade que teria de haver alguém por trás de Oriyo Rikako, pois uma simples colegial não conseguiria por si só os meios materiais de cometer os crimes e livrar-se dos corpos. Enquanto isso Makishima, tendo conseguido gravar parte de um diálogo de Kogami, demonstra admiração pela habilidade dedutiva do ex-detetive e agora simples caçador da polícia:

“Ele enxerga longe e compreende bastante. Algo me diz que será divertido.”

Assim tem início o longo duelo entre Kogami e Makishima.

 

Rio de Janeiro, 20 de novembro de 2015

imagem da série: Tsunemori Akane, a heroína

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

18.05.2018 - Alguma coisa vem mudando no país

15.05.2018 - Psycho Pass 9: Akane se impõe

27.04.2018 - Godard e o conceito esquerdista de liberdade

17.04.2018 - As catástrofes de Asimov

18.03.2018 - "Sem olhos em Gaza", resenha

08.03.2018 - Elfos e árvores

20.02.2018 - Revendo Däniken

11.02.2018 - Opressão odiosa às mulheres

02.02.2018 - O homem não vem do macaco

26.01.2018 - Onde estão os católicos ricos do Brasil?

22.01.2018 - Ao Sul do Equador com Disney, resenha

05.01.2018 - Verde... verde... verde

19.12.2017 - Psycho Pass episódio 8: o mal destrói a si mesmo

15.12.2017 - Capitalismo e socialismo

06.12.2017 - Devem os políticos ser desbocados?

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

21.05.2018 - Ovídio Saraiva de Carvalho e Silva, pioneiro da literatura piauiense.

O acadêmico Reginaldo Miranda aborda a obra de um pioneiro escritor piauiense.

21.05.2018 - TRADUÇÃO DO POEMA

Quisiera sr

18.05.2018 - Alguma coisa vem mudando no país

É só observar bem. Temos de apoiar as mudanças para melhor. O Brasil precisa continuar sendo passado a limpo porque tem muita sujeira de fato.

18.05.2018 - Herculano Moraes

O acadêmico Reginaldo Miranda presta homenagem a seu amigo e colega de APL, Herculano Moraes.

17.05.2018 - MORRE O POETA HERCULANO MORAES....

MORRE O POETA HERCULANO MORAES....

17.05.2018 - A 3ª REIMPRESSÃO DA 6ª EDIÇÃO NA SUA LIVRARIA

A 3ª REIMPRESSÃO DA 6ª EDIÇÃO NA SUA LIVRARIA

16.05.2018 - Viagem a Manaus

À noite, ouvi, muitas vezes, o canto rascante de cigarras e a sinfonia álacre dos batráquios.

15.05.2018 - Psycho Pass 9: Akane se impõe

Prosseguindo o guia de episódios do seriado japonês policial e de ficção científica "Psycho Pass" veremos como a Inspetora Akane lida com a hostilidade de seu colega...

14.05.2018 - Retrato de minha mãe (*)

Cristo disse que quem desejasse ser o maior, deveria ser o que mais servisse. Portanto, deveria ser o maior e o melhor dos servos. Mamãe (quase) renunciou a si mesma, para servir aos outros.

13.05.2018 - Capitão Marcos Francisco de Araújo Costa

O acadêmico Reginaldo Miranda traça o perfil biográfico de um importante militar e educador do período colonial.

13.05.2018 - Minha mãe e o budismo

Minha mãe participou ativamente do budismo em certas ocasiões.

13.05.2018 - Dia das Mães

Que dirá no dia das mães?

09.05.2018 - Barras: histórias e saudades

O livro conta a saga da comunidade barrense, desde o seu primórdio, no século 18, quando o fazendeiro e empreendedor Miguel de Carvalho e Aguiar, filho do grande Bernardo de Carvalho e Aguiar, instalou a sua fazenda e currais.

06.05.2018 - Todos se dizem inocentes

Nenhum criminoso se declara culpado

06.05.2018 - O vestido verde

Sim, toda vez que eu passava pela avenue de la Motte Picquet tinha de dar uma paradinha naquela loja .

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br