Dilson Lages Monteiro Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018
Anexos da realidade
Miguel Carqueija
Tamanho da letra A +A

Os três tipos de céu

 OS TRÊS TIPOS DE CÉU

Miguel Carqueija

 

            Parece que a maior parte das pessoas não possui clara noção do que seja o “Céu” no conceito religioso, ou seja, o lugar ou situação das almas bem-aventuradas que ficam em contato direto com Deus.

            Sabe-se que Krhushev, o ditador comunista russo, declarou que havia mandado seus astronautas ao espaço para procurarem Deus e não o haviam encontrado. Por mais ridícula que seja tal declaração, ela realmente ocorreu. Mas Krhushev era ateu; o pior é que mesmo entre os católicos e outros cristãos o conceito é desvirtuado. Ocorre aquele mal de que nos advertiu o grande Papa Bento XVI: a “ignorância religiosa”.

            A palavra “céu” admite pelo menos três significados básicos. Existe o céu astronômico, ou seja o universo físico super-imenso em que habitamos. O céu das estrelas e galáxias. Existe o céu atmosférico, pois dizemos habitualmente que as aves voam no céu, as nuvens flutuam no céu.

            Mas e o céu da bem-aventurança, que podemos chamar o Céu com maiúscula? Aí trata-se de outra dimensão, diferente da nossa; é o mundo espiritual, misterioso para nós, onde almas humanas bem-aventuradas e anjos convivem com Deus. É a chamada Visão Beatífica, a fruição de Deus, a felicidade eterna, que alguns seres racionais rejeitaram...

            Sabemos que nós, nesta vida carnal, não podemos ver a Deus e nem suportaríamos a visão do esplendor divino. Que sentidos nos permitirão o contato direto com a Divindade no céu teológico, não sabemos. Mas, pela Fé, é o que esperamos.

 

Rio de Janeiro, 12 de setembro de 2017.

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

20.02.2018 - Revendo Däniken

11.02.2018 - Opressão odiosa às mulheres

02.02.2018 - O homem não vem do macaco

26.01.2018 - Onde estão os católicos ricos do Brasil?

22.01.2018 - Ao Sul do Equador com Disney, resenha

05.01.2018 - Verde... verde... verde

19.12.2017 - Psycho Pass episódio 8: o mal destrói a si mesmo

15.12.2017 - Capitalismo e socialismo

06.12.2017 - Devem os políticos ser desbocados?

04.12.2017 - O "tá" e o "tamos" do governador

17.11.2017 - As manifestações devem voltar

22.10.2017 - Pesadelo

15.09.2017 - Psycho Pass 7: Akane caça a esquartejadora

12.09.2017 - Os três tipos de céu

23.08.2017 - O político ideal

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

21.02.2018 - Um novo programa de rádio

Desde quarta-feira passada, temos na Rádio Renascença um novo programa de livros

20.02.2018 - Viagens encalhadas: poema de Jefferson Bessa

poesia

20.02.2018 - Revendo Däniken

Análise de uma obra do homem dos "deuses astronautas"

20.02.2018 - VEJA OS VÍDEOS AQUI: PERDA INESTIMÁVEL DO INCÊNDIO

VEJA OS VÍDEOS AQUI: PERDA INESTIMÁVEL DO INCÊNDIO

20.02.2018 - Sagrado Templo De Jokhang Durante El Losar

Sagrado Templo De Jokhang Durante El Losar

20.02.2018 - A arte da pontuação

Ninguém nos ensina isto na escola

20.02.2018 - Conversa de véio

- Minha avó já dizia que falta berço, escola, terço e cachola.

20.02.2018 - DEPOIMENTO SOBRE JOSÉ ELMAR DE MELO CARVALHO

Elmar Carvalho tornou-se um dos poetas mais importantes da Geração do Mimeógrafo ou dos Anos 70, geração que escreveu uma poesia agressiva – chamada marginal ou alternativa (...).

20.02.2018 - Ninguém é pai de um poema sem morrer

O poema é, antes de tudo, um “inutensílio”.

19.02.2018 - A fundação da Mocha: litígio e batalha nos tribunais

O acadêmico Reginaldo Miranda escreve sobre a fundação da cidade de Oeiras, primeira capital do Piauí.

19.02.2018 - O PAÍS QUE SEMPRE ADIA

a quem já viveu

19.02.2018 - O sol do verão

O sol do verão

16.02.2018 - POR UM RIO DE JANEIRO MAIS CARIOCA

Conseiderada internacionalente

16.02.2018 - POEMA DE TUFIC

Sou tão frágil, meu bem, que um som, de leve

15.02.2018 - O TALENTO ESCULTÓRICO DE BRAGA TEPI

Sem dúvida, pelo que pude perceber das peças constantes do álbum, é um dos maiores escultores do Piauí, e inegavelmente é um dos grandes artistas brasileiros.

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br