Dilson Lages Monteiro Sexta-feira, 25 de maio de 2018
Anexos da realidade
Miguel Carqueija
Tamanho da letra A +A

Ao Sul do Equador com Disney, resenha

Ao Sul do Equador com Disney, resenha

 

Miguel Carqueija

 

Resenha do documentário “South of the border with Disney” (Ao sul da fronteira com Disney) – EUA, Walt Disney Productions, 1942.

 

            Esta reportagem é o bônus que acompanha a edição brasileira em DVD (da Disney DVD) do desenho “Alô, amigos” (Saludos, amigos) que Walt Disney produziu em 1942 para auxiliar a política de boa vizinhança na América, desenvolvida pelo então presidente dos Estados Unidos, Roosevelt.

            Como se sabe, este desenho de 42 minutos (impropriamente chamado de longa-metragem) mostra o Pato Donald encontrando Zé Carioca no Rio de Janeiro e diversas historietas passadas em locais diversos da América do Sul. Introduz o Zé Carioca (ou Joe Carioca). Mostra o Pateta (Goofy) bancando o gaúcho argentino. Apresenta ainda uma numerosa equipe de profissionais do cinema desembarcando no Rio de Janeiro e depois se movendo pelo continente sul-americano (mostrado em mapas estilizados), capitaneada por Walt Disney, facilmente identificável com seu bigode, e muitos outros elementos, homens e mulheres, de difícil identificação.

            A reportagem mostra mais a equipe sem apontar os nomes (uma deficiência, no meu entender). Nela flagramos cenas curiosas como o desfile do 7 de setembro no Rio, o Corcovado, o Maestro Villa-Lobos, o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, o Maracanã (bairro), Copacabana, o Jardim Botânico, a vitória-régia, flamingos, um tapir. Depois vem a sequência clássica onde Zé Carioca e Donald se apresentam.

            Também são exibidas imagens de outros países, notadamente do Lago Titicaca, na Bolívia. Vemos os Andes chilenos, lhamas, guanacos, pelicanos, e chegamos até o México, já na América do Norte.

            Uma curiosidade histórica, reportagem de um filme — “Saludos, amigos” — que já é uma espécie de reportagem.

            Disney era um perfeccionista com uma equipe de perfeccionistas e sua importância na história do cinema é inestimável.

 

Rio de Janeiro, 4 a 11/11/2016.

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

18.05.2018 - Alguma coisa vem mudando no país

15.05.2018 - Psycho Pass 9: Akane se impõe

27.04.2018 - Godard e o conceito esquerdista de liberdade

17.04.2018 - As catástrofes de Asimov

18.03.2018 - "Sem olhos em Gaza", resenha

08.03.2018 - Elfos e árvores

20.02.2018 - Revendo Däniken

11.02.2018 - Opressão odiosa às mulheres

02.02.2018 - O homem não vem do macaco

26.01.2018 - Onde estão os católicos ricos do Brasil?

22.01.2018 - Ao Sul do Equador com Disney, resenha

05.01.2018 - Verde... verde... verde

19.12.2017 - Psycho Pass episódio 8: o mal destrói a si mesmo

15.12.2017 - Capitalismo e socialismo

06.12.2017 - Devem os políticos ser desbocados?

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

24.05.2018 - O POEMA PROFÉTICO

O POEMA PROFÉTICO

24.05.2018 - JORNAL INOVAÇÃO E A QUEIMA DOS TAPUMES

Foi um jornal bravo e independente, que combatia a administração pública municipal, estadual e federal, ainda na época da ditadura militar.

22.05.2018 - O grande tesouro

O grande tesouro

21.05.2018 - Ovídio Saraiva de Carvalho e Silva, pioneiro da literatura piauiense.

O acadêmico Reginaldo Miranda aborda a obra de um pioneiro escritor piauiense.

21.05.2018 - TRADUÇÃO DO POEMA

Quisiera sr

19.05.2018 - O CASAMENTO REAL

O CASAMENTO REAL

18.05.2018 - Alguma coisa vem mudando no país

É só observar bem. Temos de apoiar as mudanças para melhor. O Brasil precisa continuar sendo passado a limpo porque tem muita sujeira de fato.

18.05.2018 - Herculano Moraes

O acadêmico Reginaldo Miranda presta homenagem a seu amigo e colega de APL, Herculano Moraes.

17.05.2018 - MORRE O POETA HERCULANO MORAES....

MORRE O POETA HERCULANO MORAES....

17.05.2018 - A 3ª REIMPRESSÃO DA 6ª EDIÇÃO NA SUA LIVRARIA

A 3ª REIMPRESSÃO DA 6ª EDIÇÃO NA SUA LIVRARIA

16.05.2018 - Viagem a Manaus

À noite, ouvi, muitas vezes, o canto rascante de cigarras e a sinfonia álacre dos batráquios.

15.05.2018 - Psycho Pass 9: Akane se impõe

Prosseguindo o guia de episódios do seriado japonês policial e de ficção científica "Psycho Pass" veremos como a Inspetora Akane lida com a hostilidade de seu colega...

14.05.2018 - Retrato de minha mãe (*)

Cristo disse que quem desejasse ser o maior, deveria ser o que mais servisse. Portanto, deveria ser o maior e o melhor dos servos. Mamãe (quase) renunciou a si mesma, para servir aos outros.

13.05.2018 - Capitão Marcos Francisco de Araújo Costa

O acadêmico Reginaldo Miranda traça o perfil biográfico de um importante militar e educador do período colonial.

13.05.2018 - Minha mãe e o budismo

Minha mãe participou ativamente do budismo em certas ocasiões.

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br